sábado, julho 28, 2007

Outra descoberta tardia


Sem dúvida, este film e sua continuação feita dez anos depois, Antes do Pôr-do-Sol, constituem o mais belo romance já feito nas últimas décadas. Com diálogos realistas e inteligentes, sem clichês mas sem abrir mão do encantamento, são filmes que continuam a nos assombrar muito depois de acabarem os créditos. Fico realmente feliz por tê-los assistido, ambos no mesmo dia.

E Julie Delpy acaba de ganhar o posto de Musa cinematográfica ao lado de Jennifer Connelly. Que vontade de conhecer Viena...

2 comentários:

Adriana disse...

Adoooro esse filme!!! Lindo, lindo!

Sabe que eu gostava do seu blog como era, antes de você sair de viagem?
Mas, uma visitante que vem de vez em nunca tem que ficar quietinha...hehe...

Hum, sobre seu último post. Ia ser melhor que morresse algo (um sentimento, por exemplo) que te faz mal, não você jovem. áffff... uma pessoa morrer jovem é triste demais.

palasatena disse...

Um filme memorável e marcante...